R.B.

ROLE A BARRA PARA VER TODAS AS PUBLICAÇÕES

Listen to this podcast on Spreaker

Clique no sêlo

Início em maio de 2010

Google Translate

Seja Bem Vindo!


"Para mim, as diferentes religiões são lindas flores, provenientes do mesmo jardim.
Ou são ramos da mesma árvore majestosa.
Portanto, são todas verdadeiras."

Mahatma Gandhi



Muita paz, muita luz a todos!


Examina o sentido, o modo e a direção de tuas palavras, antes de pronunciá-las. Emmanuel

Pesquisa

sexta-feira, 29 de março de 2013

segunda-feira, 25 de março de 2013

O momento da aurora




Certo dia, um Rabino reuniu seus alunos e perguntou: 

Como é que sabemos o exato momento em que a noite acaba e o dia começa? 

Quando, à distância, somos capazes de distinguir uma ovelha de um cachorro. - Disse um menino. 

O Rabino não ficou contente com a resposta. 

Na verdade, - disse outro aluno - sabemos que já é dia quando podemos distinguir, à distância, uma oliveira de uma figueira. 

Não é uma boa definição. - Respondeu o sábio. 

Qual a resposta, então? - perguntaram os garotos. 

O Rabino falou: 

Quando um estrangeiro se aproxima e nós o confundimos com nosso irmão, este é o momento da aurora, o momento em que a noite acabou e o dia começa. 

* * * 

O amor ao próximo está em todas as crenças, em todos os tempos. 

Os mestres, os sábios, os missionários sempre ensinaram e exemplificaram esta lição, proclamando que a aurora da Humanidade virá quando descobrirmos uns aos outros, quando admitirmos que somos filhos de um mesmo Pai, que temos o mesmo objetivo e que, por isso, precisamos caminhar juntos. 

É tempo de abrir o coração para outras almas, de deixar os preconceitos de lado, as exigências descabidas, e conviver mais com as pessoas. 

Muitos têm medo de se ferir. Muitos se afastam de todos por egoísmo. 

Seja você uma exceção. Seja aquele que valoriza as amizades, aquele amigo que está sempre presente, para o que der e vier, como se diz popularmente. 

Seja aquela pessoa que gosta de ter a casa cheia, que gosta de receber visitas, que gosta de compartilhar as conquistas com os outros. 

Seja você aquele que liga para desejar Feliz aniversário, aquele que escreve um longo cartão de Natal falando do ano que se passou, e o quanto aquela pessoa lhe foi importante. 

Seja aquele amigo que destaca as virtudes do outro, que concorda e que discorda do que ele pensa, mas discorda com delicadeza e psicologia. 

Seja você alguém que cumprimenta a todos, e que receba aqueles que ainda não conhece bem, com um sorriso, com um Bom dia. 

Finalmente, seja você a aurora dos que estão à sua volta, dizendo-lhes, através de seu otimismo, que o dia se aproxima, e que a noite logo termina. 

* * * 

O momento da aurora se aproxima 

Muitas vozes já proclamam a chegada de um novo tempo 

Tempo que está no coração do homem 

Tempo que está no calor de seu abraço. 

O momento da aurora se aproxima 

E a noite será passado, e o sol será presente 

Presente para aqueles que se tornarem espelho e refletirem em seu próximo toda luz que receberem.

http://www.reflexao.com.br/?sect=mensagens&t=acaso

Redação do Momento Espírita, com base no cap. O momento da aurora, do livro Histórias para pais, filhos e netos, de Paulo Coelho.

domingo, 24 de março de 2013

Apelo de um idoso





Quem é que já não teve oportunidade de conhecer uma pessoa idosa, enferma, dependente, carente, solitária? 

Talvez você tenha essa pessoa dentro do seu próprio lar. Uma mãe ou um pai nocauteado pela enfermidade ou pelas debilidades impostas pelo peso da idade. 

Esse alguém, que ontem era forte e dinâmico, agora se movimenta com lentidão e, às vezes, nem se movimenta, tornando-se totalmente dependente da vontade alheia. 

Se você tem uma mãe, um pai ou outro familiar nessas condições, pare um pouco; olhe nos olhos dessa pessoa e tente ler seus mais secretos pensamentos. 

Talvez você possa ler em seus olhos tristes ou em seus lábios mudos um apelo comovente, que não tem coragem de verbalizar. 

É, se pudéssemos ouvir o apelo de um idoso, talvez ele fosse mais ou menos assim: 


Você, que está na flor da idade, considere que o despertar da vida é como o amanhecer. Tudo fica mais quente e mais alegre. 

Mas o amanhecer não é eterno e a ele se sucedem outras fases do dia...o meu apelo é para que as crianças de hoje não esqueçam dos seus idosos de amanhã. 

É para que os mais jovens relevem a minha mão trêmula e meu andar hesitante. Amparem-me por favor. 

Se minha audição não é boa e tenho que me esforçar para ouvir o que você está dizendo, tenha compaixão. 

Se minha visão é imperfeita e o meu entendimento é escasso, ajude-me com paciência. 


Se minhas mãos tremem e derrubam tantas coisas no chão, por favor, não se irrite, tentei fazer o melhor que pude. 

Se você me encontrar na rua, não faça de conta que não me viu; pare para conversar comigo; sinto-me tão só. 

Se, na sua sensibilidade, me encontrar triste entre tantos que também estão, simplesmente partilhe um sorriso comigo e com eles. Seja solidário, eu necessito apenas de um pouco de carinho. 

Se lhe contei pela terceira vez a mesma história, não me repreenda, simplesmente ouça-me. Se não falo coisa com coisa, não caçoe de mim. 

Se estou doente e caminhando com dificuldade, não me abandone, preciso de um braço forte que ampare meus passos... 


Sabe..., já vivi muitas primaveras, e sinto que o outono derradeiro se aproxima... 

Eu sei que o ocaso da vida é como o entardecer... 

Indica que é chegado o momento de partir... 

Por isso lhe peço que me perdoe se tenho medo da morte e ajude-me a aceitar o adeus... 

Fique mais tempo comigo... Para me dar segurança... 

Os cabelos brancos e as rugas em meu rosto não impedem que eu queira repousar minha cabeça num colo seguro... 

Sei que o trem da vida logo irá parar nesta estação, e eu terei que embarcar... 


Sei também que terei que ir só, como só desembarquei nesta estação um dia... 

Por tudo isso eu lhe peço para que não me negue a sua atenção e o seu carinho. 

Logo estarei deixando esta vestimenta surrada pelo tempo, e rumarei para outra dimensão da vida, da vida eterna... 

Eis meu apelo... Que pode também ser o seu, logo mais... 

*** 

O ocaso da vida é como o entardecer... 

Indica que é chegado o momento de partir... 

Mas, nem sempre a hora de partir se dá no entardecer... 

Há aqueles que retornam no mesmo trem que chegam. 

Há os que se demoram por aqui apenas algumas horas, dias, meses... 

A única certeza é que todos retornamos um dia para a pátria verdadeira, que é a pátria espiritual. 

Por essa razão, vale a pena viver intensamente cada minuto, dando à vida a importância que ela tem. 



E viver intensamente é enaltecer o tempo, no desenvolvimento das nobres virtudes que o Criador depositou na intimidade de cada filho Seu.

http://www.reflexao.com.br/?sect=mensagens&t=ler&id=101

Redação do Momento Espírita, com base em algumas frases de autoria desconhecida.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Aos Consumidores de Drogas



Talvez você já tenha dito ou ouvido a infeliz afirmativa: Se eu uso drogas, o problema é meu, e ninguém tem nada a ver com isso. A droga só a mim prejudica. 

Se você pensa dessa maneira, gostaríamos de lhe convidar a fazer algumas reflexões a respeito, sob outro ponto de vista. 

Você já deve ter visto, ao vivo, pela TV ou nos jornais, a triste imagem de uma criança de oito anos de idade ou de um adolescente de doze, com uma metralhadora na mão, a serviço dos traficantes de drogas, não é mesmo? 

São cenas chocantes e deprimentes, você há de convir... 

No entanto, você jamais deve ter pensado que, usando drogas, está colocando o dinheiro na mão do traficante para que ele compre a arma e a coloque nos ombros dessas crianças. 

Você já deve ter visto o sórdido espetáculo de uma mãe desesperada, com o coração sangrando e o rosto banhado em pranto, debruçada sobre o cadáver do filho querido que foi morto tentando fazer com que a mercadoria chegasse às suas mãos. 

Você, que é consumidor, talvez não tenha se dado conta, mas é um dos responsáveis pela violência gerada nesse disputado mercado das drogas. 

Você, que é usuário de drogas, ainda que seja de vez em quando, está contribuindo com a corrupção nutrida no submundo das drogas, e fomentando a disputa sangrenta pelo consumidor, que enche os bolsos dos poderosos do tráfico, dizimando vidas e matando esperanças. 

Lamentavelmente, a grande maioria desses consumidores não percebe que o mal que causam está longe de ser um problema seu, como afirmam. 

Não se dão conta de que seu vício é alimentado com sangue e lágrimas de muitos. 

Em nome da satisfação de seu egoísmo, o consumidor de drogas deixa um rastro de sangue sem precedentes... E responderá por isso perante as Leis Divinas, sem dúvidas. 

As mídias noticiaram o assassinato de um jornalista, que foi executado a sangue frio pelos donos do pedaço, que ele invadira, no cumprimento do seu dever de profissional comprometido com a verdade. 

O povo se manifestou. Houve passeatas, protestos e pedidos de justiça. Muito louvável, não há dúvida. 

Mas, quantos daqueles que empunharam a bandeira da paz e da justiça não terão contribuído para que aquela execução se realizasse? 

Quantos executivos que, sentados em suas poltronas de luxo criticam a violência, sem se dar conta de que esta é alimentada pela farta mesada que colocam nas mãos de filhos viciados. 

Você há de concordar que não haveria esse mercado infame das drogas se não houvesse o consumidor.

Quando vemos a cínica expressão de um prisioneiro que comanda o terror de dentro da prisão, temos que admitir que ele age dessa forma porque tem costas quentes, e está seguro de que nada lhe acontecerá. 

E você, que é consumidor de drogas, está financiando esse mercado bilionário, alimentando esses tiranos cruéis que enriquecem graças a sua frágil vontade de encarar a vida de frente e de mente lúcida. 

Mas essas não são as únicas desgraças que um viciado provoca. Há aquelas que acontecem dentro do seu próprio lar. Aquelas capazes de dilacerar um coração de mãe ou de pai, de irmão ou de filho, com atitudes inconsequentes e egoístas. 

Se você ainda não havia pensado nessa questão sob esse ponto de vista, pense agora. 

E, se pensar com sinceridade, perceberá que o vício está longe de ser um problema só seu, que só a você prejudica. 

Faça um balanço urgente e tome a decisão acertada: boicote as drogas. Empobreça esses abutres que se alimentam das vidas dos dependentes descuidados. 

Se lhe faltarem as forças, busque ajuda de profissionais especializados e confie seu coração àquele que foi e continua sendo o maior Psicoterapeuta de todos os tempos: Jesus Cristo. 

Seu atendimento é gratuito, basta buscá-Lo através da oração. 

Se as drogas ainda não destruíram por completo o seu senso crítico, reflita agora sobre tudo isso e mude o rumo dos seus passos. 

Temos certeza de que você conseguirá.

http://www.reflexao.com.br/?sect=mensagens&t=ler&id=1218

Redação do Momento Espírita.

Curso de Ingles Grátis

Ser Especial



Ser especial


Conta-se que um famoso palestrante começou um seminário segurando uma nota de cem reais. Para as cerca de duzentas pessoas que se encontravam na sala, ele perguntou quem queria aquela nota.
Todos ergueram a mão.

Então, ele amassou a nota e perguntou outra vez quem desejava possuí-la. As mãos continuaram erguidas.
Ele amassou a nota um tanto mais. Depois de se encontrar bem amarrotada, a mostrou ao público e repetiu a pergunta.

Eles continuavam a querer a nota. Agora, pareciam ansiosos, esperando que ele decidisse, de uma vez por todas, quem a receberia.

Mas, o palestrante a colocou com cuidado sobre a mesa, procurando alisá-la, a fim de que melhorasse seu aspecto. Enquanto ia fazendo isso, lentamente, foi falando:

O que acabamos de vivenciar nos deve servir de grande lição. Não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês ainda irão querer esta nota, porque ela não perde o valor.
Amarrotada, amassada, dobrada, envelhecida, enrugada, ela continuará a ter o mesmo valor, cem reais.

Pois bem. Em nossas vidas também ficamos um tanto amassados, amarrotados pelas desilusões que nos permitimos, pelas dificuldades próprias da vida, pelo cansaço que vai tomando conta de nós.

Às vezes, nos dobramos ante o peso das dores que nos chegam. De outras, o pranto que derramamos pela perda financeira ou pelo abandono de um amigo, nos deixa com aspecto doentio, enrugado. É como se nos permitíssemos murchar pela dor.

Os anos pintarão marcas em nossas faces, alterando o brilho dos olhos e a maciez da pele. As mãos perderão algo da sua flexibilidade e as pernas demorarão um pouco mais para a realização dos movimentos.

A nossa memória poderá nos pregar algumas peças, ensejando-nos trocar nomes de pessoas, esquecer datas importantes ou fatos ocorridos.

De outras vezes, poderemos nos sentir como notas sujas, pelas decisões erradas que tomamos. É quando o remorso chega e tenta se assenhorear de nossa mente.

Quando tudo isso acontece, nos sentimos homens ou mulheres sem valor.

Mas, não é verdade. Não importa quanto estejamos sujos, maltratados, amarrotados, pisados, enrugados. Continuamos a ter valor. Um valor especial.

Isso porque cada um de nós é especial. Somos espíritos imortais e se, a caminho da perfeição, passamos por pântanos, estradas solitárias e lamaçais, ainda assim continuamos a ser especiais.


*   *   *

Não entremos em depressão por descobrir que somos uma pessoa com muitas falhas.
É sempre tempo de recomeçar. Levantemos a cabeça. Tomemos a decisão. E mudemos.
Se praticamos o mal, proponhamo-nos a consertar o que for possível.

Se estamos magoados, sacudamos a poeira dos sentimentos que nos deixam doentes, observemos o dia que nasce e conscientes de que somos únicos, adentremos pelos caminhos que produzem vontade de viver.

Se, por acaso, descobrirmos que ninguém nos ama, tenhamos certeza que, acima e além de todos, quem nos criou, nos ama de forma incondicional.

Assim, espanquemos a tristeza. Acabemos com o desânimo.
Lembremos: hoje é o melhor dia de toda nossa vida. E somos seres muito, muito especiais.

Redação do Momento Espírita, com base no
artigo Para um amigo especial, de autoria
ignorada.
Em 23.4.2014.

FEDERAÇÕES ESPÍRITAS

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO ESTADO DO ACRE

Federação Espírita de Alagoas

Federação Espírita do Amapá
Federação Espírita Amazonense
Federação Espírita do Estado da Bahia
Federação Espírita do Estado do Ceará
Federação Espírita do Distrito Federal
Federação Espírita do Estado do Espírito Santo
http://www.feees.org.br/
Federação Espírita do Maranhão
http://www.femar.org.br/paginas/proximos_eventos.php Federação Espírita do Estado do Mato Grosso http://www.feemt.org.br/
União Espírita Mineira
http://www.uemmg.org.br/ Pará Espírita http://www.paraespirita.com.br/site3/ Federação Espírita Paraibana http://fepb.org.br/ Federação Espírita do Paraná http://www.feparana.com.br/ Federação Espírita Piauense http://www.fepiaui.org.br/site/ Conselho Espírita do Estado do Rio de Janeiro http://www.ceerj.org.br/portal/ Federação Espírita do Rio Grande do Norte http://www.fern.org.br/ Federação Espírita do Rio Grande do Sul http://www.fergs.org.br/portal/ Federação Espírita Raraimense http://www.fer.org.br/ Federação Espírita Catarinense http://www.fec.org.br/ Portal da Federação Espírita do Estado de São Paulo http://feesp.com.br/eventos/palestras/ Federação Espírita do Estado de Sergipe http://www.fees.org.br/ Federação Espírita do Estado do Tocantins http://www.feetins.org.br/ Federações Espírita http://www.fern.org.br/movimento-espirita/links/14-federacoes.html

NATAL É JESUS

“Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria; É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens.”